2010/05/14

"O Amor"


O "Amor" é um raio de luz
Que entra no coração
E que faz explodir de alegria
Que nos leva para um jardim sem fim
Onde há flores de todas as cores!...
O "Amor" é…
Como a primavera
Um botão de rosa que vai crescendo com o tempo
Com o sol que lhe dá vida e cor!
Como os lírios brancos na madrugada
Que vão abrindo com a carícia do sol
Sim… o "Amor"!
O "Amor" é belo…
É a frescura limpa dos nossos olhos
As flores azuis dos nossos passos
É uma lágrima de ternura e carinho
O "Amor" é… vida… um desejo
O "Amor" é
A carícia suave de um beijo.

29 comentários:

  1. Amigo: Lindo poema, o amor é tudo quando nós queremos amar, mas esse amor tem que ser sincero e verdadeiro, se não for assim não vale apena amar.
    Um abraço

    Santa Cruz

    ResponderEliminar
  2. Lindo! Acredito que o amor seja assim,light e tranquilo. Montão de bjs e abraços

    ResponderEliminar
  3. ah! o amor
    assim doce terno
    traz a paz a calma
    faz um bem a alma.

    ResponderEliminar
  4. Amigo, têm toda a razão o Amor é vida, lindíssima poesia, adorei!!

    "Poesia são pensamentos que respiram, e palavras que queimam." (Thomas Gray)

    Tenha um excelente fim de semana
    bjs do tamanho do infinito
    Maria

    ResponderEliminar
  5. O amor é a melhor parte do homem.
    O amor é tudo de belo, de puro de casto de completo.Lindo poema.
    Bjos achocolatados

    ResponderEliminar
  6. Caro amigo.

    Penso que o amor
    é a justificativa
    plena da nossa vida.
    De nada valem os anos sem viver
    este sentimento.


    Que a vida esteja plena em ti,
    e que tenhas tempo de viver esta plenitude.

    ResponderEliminar
  7. A imagem com que ilustra o seu poema é surpreendente.
    Gostei muito dela.
    Não me recordo de alguma vez a ter visto... posso saber como a obteve, o autor...?

    ResponderEliminar
  8. Lindo poema...uma ternura, na caricia de um beijo.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  9. O amor é feito o oxigênio que respiramos, é a essência da vida. Até o mais cruel dos seres humanos, experimenta desse sentimento, pois em tudo que tocamos existe amor. O seu descrever, não podia ser mais lindo!

    Beijos no olhar!!!

    ResponderEliminar
  10. Comento assim...

    Amor é fogo que arde sem se ver,
    é ferida que dói, e não se sente;
    é um contentamento descontente,
    é dor que desatina sem doer.

    É um não querer mais que bem querer;
    é um andar solitário entre a gente;
    é nunca contentar-se de contente;
    é um cuidar que ganha em se perder.

    É querer estar preso por vontade;
    é servir a quem vence, o vencedor;
    é ter com quem nos mata, lealdade.

    Mas como causar pode seu favor
    nos corações humanos amizade,
    se tão contrário a si é o mesmo Amor?

    Por Luís Vaz de Camões
    Grande abraço!

    ResponderEliminar
  11. Olá Jose´
    O amor é tudo em nossa vida, sem ele nos tornamos tristes e infelizes.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  12. Olá, José! Belo poema sobre o Amor nos apresenta hoje: por muito que se "cante", o Amor é tão rico que sempre haverá algo de novo a dizer, seja nas palavras, seja na forma - parabéns!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  13. José, é um imenso prazer recebe-lo no VOZES DE MINHA ALMA.
    Quero saudá-lo em nome desse Amor Fraterno que nos une.
    Esse Amor universal que não conhece barreiras geográficas, políticas, ou ideológicas.
    Porque o que nos une vêm da própria alma.
    Estive lendo seu artigo sobre a vinda do papa a Portugal.
    Alguns pontos me chamaram a atenção quando tu citou a questão religiosa. Realmente, se viesse O Dalai Lama, ou o chefe supremo dos islã, quais seriam as repercussões?
    Escrevi um artigo que toca nesse aspecto, pois aqui meu querido amigo, não é diferente!
    Perguntaram ao ministros, por que a imagem do Cristo tem que estar afixada nas paredes do Supremo Tribunal Federal?
    Não seria o caso de então, se estender os símbolos de adoração de outros credos nas paredes do STF, nas escolas, hospitais, ou repartições públicas? (Eles se esquivam com contos da carochinha). Pois aqui temos diversas confissões religiosas como hinduístas, budistas, muçulmanos, umbandistas e mesmo os ateus.
    Então, meus parabéns, um abraço de coração.
    Estou a te seguir.

    ResponderEliminar
  14. Boa tarde, José!

    Passei para agradecer tua visita e gentil comentário em meu blog Infinito Particular. Gostei do que li por aqui...

    Um abraço, e uma semana cheia de paz!

    ResponderEliminar
  15. o amor..esse eterno sentimento
    que nos leva a levitar
    ao som do vento,seja calmo ou em tormento
    pois é ele quem dita as regras
    que desejar quando quer amar
    sem nunca importa no que ira dar
    pois tudo que importa para ele
    é amar

    ResponderEliminar
  16. O amor quando vivido realmente é maravilhoso!

    bjos!

    ResponderEliminar
  17. BEM VINDO AMIGO.AMEI SEU BLOG.

    TE DESEJO UMA SEMANA DE MUITA PAZ NO CORAÇÃO.
    ABRAÇO...M@RIA

    ResponderEliminar
  18. A vida passa num instante e um instante é muito pouco pra sonhar.”

    Te desejo uma semana feliz.
    Um abraço da amiga de sempre...M@ria

    ResponderEliminar
  19. O amor é vida e sempre nos spresenta assim - belo.
    Parabéns.o poema está lindo.
    Abraços

    ResponderEliminar
  20. Olá!!!
    To chegando para informar que o Mix agora é .com!!!
    Todo o conteúdo do Mix para você, com mais comodidade e profissionalismo!!!

    Mude seu link ok?
    www.mixculturainformacaoearte.com

    ResponderEliminar
  21. Belo poema, gostei imenso.
    Parece que já foi tudo dito sobre o amor, mas quando lemos um poema como este, verificamos que não...
    Bom resto de semana.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  22. José,
    Grato pela visita ao Azimute, e pelas suas amáveis palavras.
    Poema sublime, sobre o Amor, que deveria representar o reencontro com nós mesmos, a partir do outro, e de ser para o outro.
    Abraço.
    Jorge

    ResponderEliminar
  23. O poema é belíssimo mas não consegui tirar meus olhos da imagem.... quase chorei...

    Amigo, agradeço seu doce comentario. Fico feliz toda vez que ganho mais uma amizade. Beijos

    ResponderEliminar
  24. eu gosto mto de poesia portante sou suspeita se disser que adorei o poema...sim senhor mto bem. Tem mm muito talento . Continue assim. Este blog está muito bem feito e com temas da actualidade e este poema do amor é mto bonito e pertinente porque acima de tudo n o mundo em que vivemos hoje o mais importante é que ainda haja algum amor

    ResponderEliminar
  25. este comentária acima publicado é da Dina Noro :-)

    ResponderEliminar
  26. eis uma boa definição de amor...
    mt grata pela sua visita e palavras.
    sempre bem-vindo!

    ResponderEliminar