2011/09/03

Peixe-gato ou Panga - PERIGO para a SAÚDE PÚBLICA

Há pouco tempo descobri um novo peixe, aparentemente perfeito: filetes muito branquinhos, frescos ou congelados, sem espinhas e a bom preço no super...
Claro que decidi experimentar...
A minha primeira impressão do sabor do peixe não foi a melhor, (embora fosse a única a encontrar algo estranho, pois é um sabor muito ténue...)
Hoje voltei a comer, e tal como da primeira vez que provei este peixe volto a saber, muito ligeiramente a "bolor"/mofo, pelo que durante o almoço construi as seguintes hipóteses para explicar esse sabor ténue: este peixe deve ser de rio e é necrófago...
Acabei de almoçar e pesquisei na net e encontrei o texto que vos envio abaixo.
NOTA - achei por bem enviar, porque muitos de vocês já terão provado e gostado...
O Peixe-gato ou panga: a nova aberração da globalização.
O panga é um novo tipo de peixe que encontramos sobretudo sobre a forma de filetes, a um preço muito barato(?).O panga é um peixe de cultura intensiva/industrial no Vietname, mais exactamente no delta do rio Mekong e está a invadir o mercado devido ao seu preço.
Eis o que deve saber sobre o Panga:
Os Pangas estão infestados com elevados níveis de venenos e bactérias.
(Arsénio dos efluentes industriais e tóxicos e perigosos subprodutos do crescente sector industrial, metais contaminantes, bifenilos poli clorados (PCB), o DDT e seus (DDTs), clorato, compostos relacionados (CHLs), hexaclorocicloexano isómeros (HCHs), e hexaclorobenzeno (HCB)).
O rio Mekong é um dos rios mais poluídos do planeta.
Não há nada de natural nos Pangas - Eles são alimentados com peixes mortos restos e ossos de secas e de solo numa farinha, da América do Sul, a mandioca (mandioca) e resíduo de soja e grãos. Obviamente, este tipo de alimentação não tem nada a ver com a alimentação num ambiente natural.
Ela mais não faz do que assemelhar-se ao método de alimentação das vacas loucas (vacas que foram alimentadas com vacas, lembra-se?) A alimentação dos pangas está completamente desregulada. O panga cresce 4 vezes mais rápido do que na natureza...
Além disso os pangas são injectados com PEE -alguns cientistas descobriram que se injectassem as fêmeas pangas com as hormonas femininas derivados de desidratado de urina de mulheres grávidas, a fêmea Panga produziria os seus ovos muito rapidamente e em grande quantidade, o que não aconteceria no ambiente natural (uma Panga passa a produzir assim aproximadamente 500.000 ovos de uma vez). Basicamente, são peixes com hormonas injectáveis (produzidas por uma empresa farmacêutica na China) para acelerar o processo de crescimento e reprodução. Isso não pode ser bom.
Ao comprar pangas estamos a colaborar com empresas gigantes sem escrúpulos e gananciosas que não se preocupam com a saúde e o bem-estar dos seres humanos.
Este comercio está a ser aceite por grandes superfícies que os vendem ao público em geral, sabendo que estão a vender produtos contaminadas.
Nota: devido à prodigiosa quantidade de disponibilidade de Pangas, este irá acabar noutros alimentos: surimi (aquelas coisas com pasta de peixe), peixe terrines e, provavelmente, em alguns alimentos para animais (cães e gatos!).
(texto traduzido)
Diz-se que comer peixe é bom para a saúde, mas eu já começo a duvidar de tudo!

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. José, aqui no Rio de Janeiro está em moda esse peixe, já comprei e comi, até agora não aconteceu nada...Rsrsrs
    Pesquisando sobre sua postagem, percebi que há controvérsia.
    Não dá para confiar nos relatos que defendem o consumo do peixe, nem tão pouco dar total crédito às denúncias, uns dizem que é a concorrência querendo queimar.
    Nenhum alimento é 100% confiável, pra desencargo de consciência eu não compro mais esse peixe, nós brasileiros não precisamos esperar vir do Vietname peixe contaminado para comermos, temos diversidade de pescados maravilhosos.
    Obrigada pelo alerta!
    Um grande abraço! Bjsss
    PS: Agradeço seu alerta, ainda não tinha lido nada a respeito, sua postagem me chamou a atenção.

    ResponderEliminar
  3. Boa tarde! pode adicionar o meu blogue à zona de links deste blogue sff?

    http://davidjosepereira.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Gostei da sua postagem. Não sou muito habiuada a comer peixe, embora o reconheça saudável. Fui criada no interior e meu pai só costumava comprar peixinhos para fritar, bem simples. Nem entendo de peixes. É sempre bom recebermos informações da natureza.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  5. Mas será possível que até o peixinho nosso de cada dia vão contaminar!!!
    Obrigada por avisar José!!!

    Beijo grande!!!

    ResponderEliminar
  6. Não há nenhum problema com o peixe panga. Entenda: http://alimentandoadiscussao.com/2013/03/11/peixe-panga-venenoso/

    ResponderEliminar